Brazil

Share

Brazil

Share


Suivi des PDI

Mouvements de déplacement

5,600
IDMC 2022

cycle de collecte de données

Balayez vers la gauche ou la droite pour voir plus de données chronologiques

Tendance de la population des PDI

  • Division administrative avec le nombre disponible de personnes déplacées
  • Site évalué par la DTM
  • Data not available
À propos Brazil

At the end of 2017, the Government of Brazil requested IOM to apply DTM in the context of Venezuelan migration. DTM has collected demographic characteristics and needs using individual surveys since January 2018 to provide a profile of the Venezuelan migrants in Roraima, Brazilian northern state, that has become the point of entry of Venezuelan migration into Brazil.

In order to facilitate humanitarian interventions, DTM collects data across Roraima, processed by IOM’s own DTM team, and then shared with key government and humanitarian partners, it enables timely identification of vulnerable populations and their needs, thus strengthening coordinated efforts of all humanitarian actors.

Contacter

DTM Support
DTMSupport@iom.int

Organização Internacional para as Migrações (OIM) Brasília – Brasil
iombrazil@iom.int

Current Donors
  • CERF
  • PRM
Impact sur la mobilité dû au COVID-19 en Brazil

To better understand how COVID-19 affects global mobility, the International Organization for Migration (IOM) has been working to map the impacts on human mobility, at Global, Regional and Country level.


Pour des résultats de recherche plus avancés, allez à page de recherche avancée de jeux de données
Brasil — Monitoreo de Flujo de Población Venezolana en Roraima 7 (Março 2023)

A OIM, Agência da ONU para as Migrações, e o Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS), apresentam o relatório referente à sétima rodada da pesquisa Matriz de Monitoramento de Deslocamento (Displacement Tracking Matrix – DTM, na sigla em inglês) realizada

Brasil — Situaçāo dos refugiados e migrantes venezuelanos desabrigados em Pacaraima (Julho 2022)

No mês de julho a OIM contabilizou redução de menos de 1% na quantidade de refugiados e migrantes venezuelanos fora dos abrigos oficiais da Operação Acolhida, totalizando 1.824 pessoas.

Brasil — Situaçāo dos refugiados e migrantes venezuelanos desabrigados em Pacaraima (Setembro 2022)

Em setembro a população refugiada e migrante venezuelana fora dos abrigos reduziu em 2% em relação a agosto. No Posto de Recepção e Apoio (PRA), foram 3% a mais de pessoas nos serviços de pernoite. Nas ocupações espontâneas, foram contabilizadas 2% a menos da população.

Brasil — Situaçāo dos refugiados e migrantes venezuelanos desabrigados em Boa Vista (Setembro 2022)

No mês de setembro, houve aumento de 5% da população refugiada e migrante venezuelana fora dos abrigos. No Posto de Recepção e Apoio (PRA) foi registrado quase 9% a mais de pessoas em comparação a agosto. A população das ocupações espontâneas aumentou 5% em relação ao mês anterior.

Brasil — Situaçāo dos refugiados e migrantes venezuelanos desabrigados em Pacaraima (Agosto 2022)

Em agosto teve aumento de 6% da população refugiada e migrante venezuelana fora dos abrigos. No Posto de Recepção e Apoio (PRA), 361 pessoas receberam serviços de pernoite, 46% a mais do que em julho. Contudo, houve redução de 0,3% nas ocupações espontâneas.

Brasil — Situaçāo dos refugiados e migrantes venezuelanos desabrigados em Boa Vista (Agosto 2022)

Agosto apresentou aumento de 0,81% da população refugiada e migrante fora de abrigos. No Posto de Recepção e Apoio (PRA), 617 pessoas receberam no serviço de pernoite, 10% a mais do que em julho. Houve redução de 5% nas ocupações espontâneas, com 818 pessoas.

Brasil — Situaçāo dos refugiados e migrantes venezuelanos desabrigados em Boa Vista (Julho 2022)

Em julho, houve pequena redução na população refugiada e migrante venezuelana fora de abrigos, sendo 1% a menos que o mês de junho, chegando a 1.603 pessoas.

Brasil — Situaçāo dos refugiados e migrantes venezuelanos desabrigados em Pacaraima (Junho 2022)

No município, notou-se aumento de menos de 1% da população fora dos abrigos da Operação Acolhida em relação ao mês anterior, chegando a um total de 2055 pessoas. Com relação à população em situação de rua, foram contabilizadas 5 pessoas, representando queda de 85% em comparação ao mês de maio.

Brasil — Situaçāo dos refugiados e migrantes venezuelanos desabrigados em Boa Vista (Junho 2022)

Durante o mês de junho, houve aumento de 8,5% da população refugiada e migrante venezuelana fora de abrigos, um total de 1.632 pessoas. No Posto de Recepção e Apoio (PRA), foram 601 pessoas no serviço de pernoite, quase 35% superior quando comparado com o mês de maio.

Brasil — Situaçāo dos refugiados e migrantes venezuelanos desabrigados em Pacaraima (Maio 2022)

Em Pacaraima, no mês de maio, foi observado redução de 3% da população refugiada e migrante venezuelana fora de abrigos, em comparação ao mês anterior, com 2.053 pessoas.

Brasil — Situaçāo dos refugiados e migrantes venezuelanos desabrigados em Pacaraima (Abril 2022)

No mês de abril, notou-se diminuição de 4% no total da população refugiada venezuelana fora dos abrigos, com total de 2.135 pessoas.

Brasil — Situaçāo dos refugiados e migrantes venezuelanos desabrigados em Boa Vista (Abril 2022)

Em abril, a população refugiada e migrante venezuelana fora dos abrigos aumentou 2% em relação ao mês anterior, totalizando 1.757 pessoas. No Posto de Recepção e Apoio (PRA), foram contabilizadas 758 pessoas no serviço de pernoite, vericando aumento de 9% quando comparado com o mês anterior.

Brasil — Situaçāo dos refugiados e migrantes venezuelanos desabrigados em Pacaraima (Dezembro 2021)

Em dezembro, com a autorização emitida pela Polícia Federal após a entrada no país, a regularização migratória

Brasil — Situaçāo dos refugiados e migrantes venezuelanos desabrigados em Boa Vista (Dezembro 2021)

Em dezembro, a OIM contabilizou aumento de 3,45% na população fora dos abrigos, chegando a 2489 pessoas. O Posto de Recepção e Apoio (PRA) teve acréscimo de 6,24% em relação ao mês anterior, com 1209 pessoas.

Brasil — Situaçāo dos refugiados e migrantes venezuelanos desabrigados em Pacaraima (Novembro 2021)

Com a flexibilização de entrada na fronteira com a Venezuela, em 24 de junho de 2021, verificou-se no final de novembro um aumento geral de 10% da população fora dos abrigos em relação ao mês anterior, totalizando 3,531 pessoas.

Brasil — Situaçāo dos refugiados e migrantes venezuelanos desabrigados em Boa Vista (Novembro 2021)

Com a flexibilização de entrada na fronteira com a Venezuela, em 24 de junho de 2021, observou-se no final de novembro

Brazil — Situaçāo dos refugiados e migrantes venezuelanos desabrigados em Pacaraima (Março 2022)

No mês de março, foi contabilizado redução de 9% da população fora de abrigos da Operação Acolhida, totalizando 2.218 pessoas. Desse total, 681 eram homens e 586 mulheres adultos, e 951 (43%) eram menores de 18 anos.

Brasil — Situaçāo dos refugiados e migrantes venezuelanos desabrigados em Boa Vista (Março 2022)

Em março, a população fora de abrigos diminuiu 9% com relação ao mês anterior, totalizando 1.715 pessoas.

Brasil — Situaçāo dos refugiados e migrantes venezuelanos desabrigados em Pacaraima (Fevereiro 2022)

No mês, a OIM contabilizou aumento de menos de um porcento na quantidade de pessoas fora de abrigos em

Brasil — Situaçāo dos refugiados e migrantes venezuelanos desabrigados em Boa Vista (Fevereiro 2022)

No mês de fevereiro, houve diminuição de 15% da população fora de abrigos em relação ao mês anterior, totalizando 1.878 pessoas.

Brasil - Situaçāo dos refugiados e migrantes venezuelanos desabrigados em Pacaraima (Janeiro 2022)

No mês de janeiro, a OIM registrou a diminuição de 3% da população fora de abrigo, um total de 2.483 pessoas, sendo homens a maioria (30%) dessa população. O número daqueles em situação de rua caiu de 603 para 573, queda de 5% quando comparado a dezembro.

Brasil — Situaçāo dos refugiados e migrantes venezuelanos desabrigados em Boa Vista (Janeiro 2022)

Em janeiro, a OIM contabilizou diminuição de 12% da população fora de abrigos em relação ao mês anterior, totalizando 2.182 pessoas. A quantidade de pessoas no Posto de Recepção e Apoio (PRA) caiu 23%, com 935 pessoas.

Brasil — Monitoreo de Flujo de Población Venezolana en Amazonas - Região (Outubro/Novembro 2021)

A OIM, a Agência da ONU para as migrações, disponibiliza mais uma rodada da Matriz de Monitoramento de Deslocamento (Displacement Tracking Matrix – DTM, na sigla em inglês) para o estado do Amazonas. Fizeram parte do levantamento os municípios de Presidente Figueiredo, Iranduba e Manaus.

Brazil — População indígena refugiada e migrante venezuelana (Novembro 2021)

Este relatório traz dados populacionais por região e informações gerais coletados na primeira aplicação da Matriz de Monitoramento de Deslocamento (DTM) Nacional sobre a População Indígena Refugiada e Migrante Venezuelana no Brasil, realizada no primeiro semestre de 2021 em 16 cidades e 9 estados


Pour des résultats de recherche plus avancés, allez à page de recherche avancée de jeux de données

Pour des résultats de recherche plus avancés, allez à Advanced map search page